Entenda a importância da sustentabilidade na construção civil

A construção civil é o setor que mais gera resíduos sólidos no meio urbano, ou seja, o que mais suja o meio ambiente.

Ainda após as construções terminadas, continua gerando resíduos, como esgoto e lixo doméstico, e consumindo recursos naturais, como água e energia elétrica.

Podemos diminuir o impacto causado aplicando os conceitos de sustentabilidade na construção civil.

Sustentabilidade significa “suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprir as suas”, ou seja, é o consumo consciente de recursos naturais e produção moderada de lixo, preferencialmente com o seu reaproveitamento.

Neste artigo vamos tratar da importância da sustentabilidade na construção civil e das suas vantagens.

Importância

Além de gerar resíduos, a construção civil também é a maior responsável pelo consumo de recursos naturais: cerca de 50% do total dos recursos extraídos.

Esse grande consumo do setor causa preocupações com relação à possibilidade de esgotamento dos recursos naturais. Aí entra a sustentabilidade aplicada à construção civil.

Utilizar os recursos naturais de forma consciente, diminuindo o consumo e aumentando o reaproveitamento, se torna indispensável para que nossa qualidade de vida continue nas futuras gerações. As tecnologias avançam cada dia mais nesse quesito, tornando-se mais baratas e mais eficientes.

Incentivos

O governo vem dando vários incentivos fiscais para construções que adotem a prática sustentável.

O projeto de lei federal n. 252/2014 dispõe sobre a adoção de práticas de construção sustentável, como telhados verdes, aproveitamento de energia solar, águas pluviais e reutilização de água.

O IPTU Verde, que dá descontos de 5% a 20% para novas construções ou reformas que implementem o conceito de sustentabilidade, já foi aprovado em cerca de 55 cidades brasileiras.

Vários estados e municípios vêm aprovando leis e decretos estimulando a sustentabilidade na construção civil.

Redução de gastos

Apesar de as construções sustentáveis custarem cerca de 5% a mais que uma construção normal, esse gasto deve ser encarado como um investimento. A médio e longo prazo, a economia com água e energia chega a 30%, compensando o custo.

O uso de materiais reciclados também geral economia na obra. Tijolos e telhas são os itens mais comuns de serem reciclados, e eles podem ter outros materiais reciclados em sua composição, como resíduos de embalagens Tetra Pak, garrafas PET e pneus, que podem deixar o material reciclado até mais resistente que o comum.

Conforto e comodidade

Construções sustentáveis também podem gerar conforto e comodidade, além da possibilidade de serem esteticamente atrativas.

O telhado verde, por exemplo, é capaz de reduzir em cerca de 5º C a temperatura interna de uma casa, além de poder dar uma ótima área de lazer, dependendo das características da laje, e ainda ajudar na captação da água da chuva.

Com a temperatura reduzida, um sistema de aquecimento solar seria um ótimo apoio. Esse sistema utiliza o Sol como fonte de calor para o aquecimento da água.

Não confunda energia solar com aquecimento solar. O primeiro gera energia elétrica, enquanto o segundo é um sistema usado somente para o aquecimento da água. Existem diversas opções de sistemas de aquecimento solar à escolha.

Então, aprendeu a importância da sustentabilidade na construção civil para aplicá-la nas suas obras? Siga-nos no Facebook e no LinkedIn e saiba mais sobre o assunto.

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"